Resenha: Sábado à Noite

Postado em 19 de fevereiro de 2014
Título Original: -
Autora: Babi Dewet
Páginas: 324 | Editora: Selo Generale
ISBN: 978-85-6399-338-0
Skoob - Goodreads - Orelha de Livro
Compre: Submarino, Saraiva, Buscapé
Nota: star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_estrela-vazia_thumb
Sinopse: Essa é a nova edição de SAN, que foi lançado de forma independente em 2010, e hoje chega às livrarias pelo Selo Generale (Editora Évora). É o primeiro livro de uma trilogia repleta de amor, música e amizade. Amanda é popular na escola e os amigos do seu amigo de infância são considerados os ‘marotos’ do pedaço por desrespeitarem as regras. Tudo ao seu redor acaba desmoronando quando um amor mal resolvido volta à tona e a sua amizade é posta em prova. Se não bastasse, seu diretor resolve dar bailes aos sábados e uma misteriosa banda mascarada foi convocada pra tocar. Mas suas letras dizem tanto sobre ela… Afinal, quem são esses mascarados de Sábado à Noite?
Me identifiquei muito com a história toda. Os personagens são muito reais e palpáveis a ponto de você se sentir totalmente dentro da história. A protagonista, Amanda, passou por diversas angústias totalmente acreditáveis e viáveis. Toda garota adolescente já deve ter se encontrado no mesmo dilema que ela - gostar do mesmo cara que sua amiga gosta, além de outros problemas devido aos "grupinhos" de escola. Me senti dentro do ambiente escolar deles, vivenciando suas experiências adolescentes, assim como vivi as minhas.

No início a história não havia chamado muito a minha atenção e eu imaginava outro rumo totalmente diferente. Não gostava de Daniel e gostava bem mais de Bruno, até preferia que ele ficasse com Amanda, mas com o desenrolar da história toda acabei me apegando a Daniel e entendendo o porque de Amanda gostar dele.

Eu adorei a escrita da Babi. Fiquei mega surpresa em saber que Sábado á Noite inicialmente era uma fanfic. Já estou louca para ler SAN 2 e ver o quanto ela deve ter amadurecido em sua escrita e também para saber o desenrolar dessa história linda! É uma leitura fácil, rápida e fluida, passei uma madrugada lendo e só fui dormir porque não aguentava mais de sono.

Resenha: O Presente

Postado em 11 de fevereiro de 2014
Título Original: The Gift 
Autora: Cecelia Ahern
Páginas: 320 | Editora: Novo Conceito
ISBN: 978-85-8163-314-5

Skoob - Goodreads - Orelha de Livro
Compre: SubmarinoSaraivaBuscapéCulturaExtra
Nota: star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_estrela-vazia_thumb
Sinopse: Todos os dias, Lou Suffern luta contra o tempo. Ele tem sempre dois lugares para ir, tem sempre duas coisas a fazer. Quando dorme, sonha com os planos do dia seguinte, e, quando está em casa, com a esposa e os filhos, sua mente está, invariavelmente, em outro lugar. Numa manhã de inverno, Lou encontra Gabe, um morador de rua, sentado no chão, sob o frio e a neve, do lado de fora do imenso edifício onde Suffern trabalha. Os dois começam a conversar, e Lou fica muito intrigado com as informações que recebe de Gabe; informações de alguém que tem observado uniões improváveis entre os colegas de trabalho de Lou, como os encontros da moça de sapatos Loubotin com o rapaz de sapatos pretos... Ansioso por saber de tudo e por manter o controle sobre tudo, Lou entende que seria bom ter Gabe por perto — para ajudá-lo a desmascarar associações que se formam fora de suas vistas — e lhe oferece um emprego. Mas logo o executivo arrepende-se de ajudar Gabe: sua presença o perturba. O ex-mendigo parece estar em dois lugares ao mesmo tempo, e, além disso, Gabe lhe fala umas coisas muito incomuns, como se soubesse do que não deveria saber... Quando começa a entender quem é realmente Gabe, e o que ele faz em sua vida, o executivo percebe que passará pela mais dura das provações. Esta história é sobre uma pessoa que descobre quem é. Sobre uma pessoa cujo interior é revelado a todos que a estimam. E todos são revelados a ela. No momento certo.
Estou aqui trazendo mais uma resenha de um livro da Cecelia Ahern. Quem acompanha o blog sabe bem que eu me apaixonei pela escrita da Cecelia o ano passado, ao ler P.S. Eu te amo e depois mais ainda lendo A vez da minha vida (que inclusive está entre os meus favoritos do ano passado). É claro que tendo gostado tanto da escrita dela, eu tenho vontade de ler todas as suas obras, e foi então que corri para ler O Presente, seu mais recente livro publicado aqui no Brasil!

Mais uma vez, como eu já esperava, amei a escrita dela em O Presente, ela está amadurecendo cada vez mais nesse quesito. O livro traz uma mensagem muito legal e importante. Lendo a sinopse fiquei mega curiosa e não sabia mesmo o que esperar dele, e então a história toda me surpreendeu.

O livro é narrado em terceira pessoa e os capítulos são intercalados entre o presente, onde Raphie que é um policial, conta uma história a um garoto e entre o passado onde se passa a história de Lou, a qual é a mesma que Raphie conta. Outro personagem também muito importante na história é Gabe, um morador de rua o qual Lou arruma um emprego no mesmo escritório em que trabalha.

O desenrolar de toda história é genial. Com linguagem acessível e leitura fluida, O Presente traz lições que eu com certeza vou levar pra minha vida. Assim como ocorreu com A vez da minha vida, Cecelia consegue tocar os leitores com assuntos importantes e que certas vezes nem damos muita bola, mas com certeza depois de ler os livros dela, você vai passar a pensar um pouco diferente, principalmente por ela tratar tais assuntos de uma forma única, particular e bastante peculiar.

Resenha: Fallen

Postado em 5 de fevereiro de 2014
Como vocês puderam ver nesse post aqui, Fallen foi uma de minhas leituras da Maratona Literária 2.0. Demorei um pouco para ler o livro mas não porque ele não me instigou mas sim pelas distrações da semana. Não sabia se faria resenha desse livro ou não mas depois de tanto vocês me perguntarem o que achei de Fallen, resolvi escrever resenha. Let's go!

Título Original: Fallen
Autora: Lauren Kate
Páginas: 406 | Editora: Galera Record
ISBN: 978-85-0108-962-5
Skoob - Goodreads - Orelha de Livro
Compre: Submarino (Ed. Econômica), Saraiva, Buscapé
Nota: star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_star_thumb3_thumb_thumb_thumb_thumb_estrela-vazia_thumb
Sinopse: Algo parece estranhamente familiar em relação a Daniel Grigori. Solitário e enigmático, ele chama a atenção de Luce logo no seu primeiro dia de aula no internato. A mudança de escola foi difícil para a jovem, mas encontrar Daniel parece aliviar o peso das sombras que atormentam seu passado: um incêndio misterioso levou Luce até ali. Irremediavelmente atraída por Daniel, ela quer descobrir qual é o segredo que ele precisa tanto esconder... mesmo que isso a aproxime da morte.
Bom, o que falar de Fallen da autora Lauren Kate? Há muito tempo que eu estava curiosa para começar a ler essa série pois já li muitos comentários na blogosfera e uma amiga minha já havia lido e comentado super bem sobre, então peguei emprestado com ela e depois de uns (2 anos?) enfim resolvi pegá-lo para ler, graças a minha meta da Maratona Literária (que como vocês devem ter lido aqui, foi um fracasso!). Não me arrependi da leitura mas também não foi aquele "UOL" que eu imaginava que seria.

Fazia tempo que não lia um romance sobrenatural e Fallen tem bem aquele romance adolescente que eu amo! Os personagens são bem construídos e tem muita química e a protagonista Luce não é muito do tipo donzela em perigo, sendo uma personagem mais forte do que as que vemos em outros livros por aí.

A história é narrada em terceira pessoa e a gira em torno da chegada de Luce a um reformatório e os amigos novos que arruma, além dos inimigos, é claro. Um livro com trama bem adolescente onde o toque sobrenatural se dá aos seres peculiares que Luce conhece, habitantes desse mundo, os anjos.

Fiquei muito surpresa com diversos segredos e surpresas que foram desvendados no livro. Cam que era o meu pretende favorito para Luce me decepcionou e Daniel que eu não botava muito fé, fez totalmente o contrário do que o primeiro fez. Sem falar no final que me deixou mais do que qualquer coisa, instigada para continuar a ler a série.

Enfim, Fallen é uma ótima história, me lembrou um pouco a série "Os Imortais", o que acabou me atrapalhando um pouco durante a leitura por conta dos flashbacks que vieram à minha cabeça. Mas fora isso, foi uma leitura agradável e deixou uma boa margem para o próximo livro que eu espero que seja cheio de mistérios como esse e que responda algumas das perguntas que ficaram formadas na minha cabeça durante a leitura deste primeiro.

Duelo de Capas: Métrica

Postado em 3 de fevereiro de 2014
Alguém aí andava com saudades dessa coluna? Pois ela voltou! Gosto muito de fazê-la pois assim conheço as capas dos livros que leio pelo mundo inteiro... e olha que tem umas que são lindas demais!
Então hoje pra retornar com a coluna, trouxe as capas de um livro que li em 2013 e foi a minha 2ª melhor leitura do ano: Métrica da autora Colleen Hoover!

À esquerda temos a edição Americana, publicada pela Simon & Schuster e à direita temos a edição Brasileira, publicada pela Editora Galera Record.

Capa Americana x Capa Brasileira

E então, de qual vocês mais gostaram? Eu confesso que AMO a capa brasileira, é simples mas tem um charme especial! Porém, a Americana é meio bonitinha também... haha Deixe sua opinião nos comentários!